Palmeiras O Maior De Todos

segunda-feira, 17 de março de 2014

Lúcio vê Verdão no caminho certo e projeta 'jogo-chave' contra o Santos


Lucio Palmeiras (Foto: Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação)Lúcio durante treinamento do Palmeiras (Foto: Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação)
O Palmeiras é o líder geral do Campeonato Paulista, com 35 pontos, dois à frente do Santos. As duas equipes se enfrentam na última rodada, no próximo domingo, para definir quem ficará com a vantagem de definir sempre em casa no mata-mata.

O zagueiro Lúcio vê o Palmeiras em um grande momento e cita a importância do duelo com o Peixe.

- Vai ser um jogo-chave. O importante é que nossa equipe está trilhando um bom caminho. Isso que é o fundamental. Nós temos toda semana para trabalhar e fazer um bom jogo. A vantagem é boa, mas não quer dizer que isso vai definir o campeonato. O importante é nós mantermos essa linha de raciocínio que a equipe está tendo. Nós temos de manter sempre essa personalidade para alcançar as vitórias - disse.

Titular desde que chegou ao Verdão, Lúcio espera que o elenco siga mostrando sua força na reta final do Paulistão.

- Agora é um momento importante, por isso que o elenco é importante. Contamos com todos, até mesmo com aqueles que ainda não participaram. Todo mundo tem que estar preparado para quando a oportunidade surgir - falou.

Apesar de estar na liderança geral da competição, o zagueiro prefere não colocar o time como o melhor do Paulista e elogia o Peixe..

- É complicado. Não gosto de comparar a equipe. As equipes estão indo bem. A equipe do Santos tem feito bons jogos, com placares mais elásticos do que os nossos. Isso nós vamos ver no domingo - analisou.

fonte :globoesporte

quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

Bruno César pela primeira vez entre os convocados do Verdão. Partida será às 22h desta quarta-feira, no Pacaembu

Por São Paulo
Bruno Cesar treino Palmeiras (Foto: Marcelo Hazan)Bruno César é novidade na lista dos relacionados
(Foto: Marcelo Hazan)
Depois de testar o time com algumas mudanças no treinamento da tarde desta terça-feira na Academia de Futebol, o técnico Gilson Kleina divulgou a lista de relacionados do Palmeiras para o duelo contra o Ituano, que será disputado nesta quarta-feira, às 22h (horário de Brasília), no Pacaembu, pela nona rodada do Campeonato Paulista.

Com os desfalques de Valdivia, Leandro, Wesley e Wellington, o comandante vai mexer no time titular. Na zaga, Marcelo Oliveira será deslocado para atuar ao lado de Lúcio. No meio de campo, apenas Mazinho será mantido, agora ao lado de França, Josimar e Mendieta. Na frente, Diogo vai formar dupla com Alan Kardec.

A principal novidade é a presença do meia Bruno César entre os convocados. Ainda em fase de readaptação física, o atleta fica à disposição para entrar durante o confronto. Além dele, o zagueiro Tiago Alves e o volante Eguren também voltam ao time.

- É claro que estou ansioso para jogar, para voltar a vestir a camisa do Palmeiras, mas até agora passamos por todas etapas sem pressa e, enfim, estou inteiramente à disposição do professor Kleina. Já sonhei muitas vezes com essa minha reestreia e, caso seja com o Ituano, espero que eu possa ir bem e ajudar o time a manter essa boa fase - afirmou o meia, em entrevista ao site oficial do clube.

Confira os relacionados do Palmeiras:

Goleiros: Fernando Prass e Bruno
Laterais: Wendel, Juninho e William Matheus
Zagueiros: Lúcio e Tiago Alves
Volantes: Marcelo Oliveira, França, Josimar e Eguren
Meias: Mazinho, Mendieta, Marquinhos Gabriel, Serginho e Bruno César
Atacantes: Alan Kardec, Diogo e Vinicius

FONTE:GLOBOESPORTE.COM

segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Por uma boa causa: uso de material reciclado une Corinthians e Palmeiras

Em reportagem do Jornal Nacional, empresário revela que entulho do antigo Palestra foi reciclado e reutilizado na construção da Arena Corinthians

Por São Paulo, SP
Corinthians e Palmeiras são rivais históricos, mas se uniram, mesmo sem saber, por uma causa nobre. Em reportagem do Jornal Nacional deste sábado (28), o empresário Pierre Ziade, sócio de uma usina de reciclagem de entulho em Guarulhos, revelou que parte do material da demolição do antigo Palestra Itália foi reutilizado na construção da Arena Corinthians.
A prática é comum entre empreiteiras e construtoras, que, responsáveis por metade do lixo produzido na cidade de São Paulo, são obrigadas pela Prefeitura a fazer o descarte em aterros. Entretanto, levando o lixo até usinas de reciclagem, pagam valor 40% mais barato. As construtoras que compram o material reciclado também pagam valor abaixo do mercado.
No caso dos rivais, o material que não teria mais valor ao Palmeiras foi transformado em pedriscos e britas para a pavimentação de ruas e construção da Arena Corinthians. Egídio Buso, fundador da empresa responsável pela reciclagem, explica que, desta forma, WTorre e Odebrecht, construtoras responsáveis pelas arenas Allianz Parque e Corinthians, fazem bem à própria obra e ao meio-ambiente.
- Existe uma cultura do desperdício. A medida que passamos a ter dificuldades, votou-se para a necessidade de evitar que isso aconteça, utilizando o que já temos disponível - explica.
Pierre Ziade completou:
- A gente está deixando de extrair da natureza o minério que vai fazer essa brita e utilizamos o material reciclado.
As obras estão perto do fim. A Arena Corinthians chegou a 90% de conclusão, enquanto o Allianz Parque já ultrapassou a marca de 70%. Mas, nenhum dos clubes sabia, até então, da ‘parceria’, revelada pelo empresário na reportagem.
- A gente recebia entulho do estádio do Palmeiras na demolição e a brita reciclada ia para o estádio do Corinthians. Eles só souberam agora - revelou Ziade.

sábado, 28 de setembro de 2013

Arena Palestra terá modelos de cadeiras idênticos aos de Wembley

 

Um dos principais presentes que o torcedor do Palmeiras terá em 2014, ano do centenário do clube, a Allianz Parque começa a entrar no estágio final de sua reforma. Com previsão de inauguração para o primeiro trimestre do ano que vem, o estádio concentra esforços nos acabamentos internos e na finalização da estrutura de cobertura.
A WTorre já definiu o modelo das mais de 40 mil cadeiras, todas na cor verde, que receberão os torcedores palmeirenses a partir da próxima temporada. Após longa pesquisa, a construtora decidiu optar pelos modelos idênticos aos dos estádios de Wembley e Olímpico de Londres, na Inglaterra.
Arena Palestra Allianz Parque (Foto: Divulgação / WTorre)Allianz Parque deve ser inaugurada no primeiro trimestre de 2014 (Foto: Divulgação / WTorre)
Na última semana, a antiga arquibancada do placar, com entrada pela Avenida Francisco Matarazzo, recebeu a instalação das vigas mestras. O setor é o último a ficar pronto, já que a antiga estrutura do antigo Palestra Itália teve de ser mantido. A arquibancada da Rua Turiassu já teve toda instalação finalizada.
O primeiro elevador dos 14 que estarão à disposição da torcida está operando normalmente, assim como a primeira rampa de acesso ao público. O setor destinado aos visitantes já conta com toda estrutura para entrar no estádio.
Outro espaço que está em estágio avançado de construção é o prédio de estacionamento, também localizado na Francisco Matarazzo. O local, que também terá vagas para bicicletas e motos, vai comportar até dois mil veículos. Atualmente, o prédio recebe a instalação dos pilares de sustentação e das lajes.
estádio wembley final liga dos campeões (Foto: Rodrigo Sirico / Globoesporte.com)Estádio do Palmeiras terá modelos de cadeiras idênticos aos de Wembley (Foto: Rodrigo Sirico)

quinta-feira, 26 de setembro de 2013

'Vilão' após ida ao Grêmio, Barcos agora se diz traído pelo Palmeiras

Barcos voltou a falar sobre sua saída do Palmeiras, e desta vez criticou de forma mais forte a diretoria do clube. Negociado no início de fevereiro com o Grêmio, o argentino mostrou incômodo pelo discurso da cúpula alviverde e se disse traído por dizerem que o atacante forçou sua saída. Segundo ele, antes de ir para o clube gaúcho, havia um "acordo" para que as partes explicassem que a negociação se deu em comum acordo.
- Combinamos de falar que foi uma saída em comum acordo, mas mudaram. Acreditava que a diretoria iria falar a verdade, mas alegaram que forcei a saída. Fizemos um acordo depois que falaram que eu não iria receber lá. Nunca disse que não jogaria a Série B, quando falei que ficaria, estava certo disso. Pediram a mim por favor para sair, mas me traíram - atacou o atleta, após o jogo contra o Corinthians.
- Os torcedores me xingam até hoje e sempre respeitei eles. Nunca fiz nada contra o Palmeiras. A diretoria quis tirar a sua responsabilidade e mentiu - acrescentou.
José Carlos Brunoro, diretor-executivo do clube e quem comandou a negociação na primeira decisão polêmica da gestão de Paulo Nobre, falou rapidamente com a reportagem do L!Net e disse que não sabia das declarações de Barcos. De acordo com ele, se for feita resposta, será pela assessoria de imprensa do clube. Antes, contudo, ele avisou que este tema já virou "águas passadas".
O dirigente sempre citou a necessidade de montar um elenco para a temporada e ainda o dever de cortar gastos - por isto ele considerou que a negociação não foi ruim. Além de jogadores, o time se livrou de uma dívida de R$ 1,5 milhão com a LDU (EQU), ex-clube do atacante, e ainda recebeu quase R$ 5 milhões. Há quase dois meses, mesmo diante do bom momento palmeirense na Série B, Brunoro admitiu que ainda existiam muitas viúvas de Barcos no Palmeiras.
O tom das críticas do centroavante ao Verdão cresceram com o passar dos meses. Em sua despedida, o jogador falou que estava saindo com dor, e que a negociação não era por dinheiro - para ele à época, foi algo favorável a todos. No fim de agosto, em entrevista ao L!Net, o camisa 9 tricolor disse que não saiu como queria
.Barcos, pelo Palmeiras (Foto: Paulo Sérgio/LANCE!Press)
- Tenho uma lembrança muito boa, sempre falei de coração, nunca foi da boca para fora. Deixei tudo quando estive lá, fiz tudo certinho... Não saí da maneira que esperava, mas já saí e não gosto de estar no meio desse tipo de coisa, é um ponto final. Saí de um jeito que não queria, mas sou grato ao Palmeiras, que me abriu a porta do Brasil, para a seleção... é claro que sempre vou ter lembrança boa do Palmeiras - dissera.
Artilheiro do Verdão com 28 gols no ano passado e um dos poucos que se salvou da campanha do rebaixamento, o Pirata tinha grande crédito com a torcida, ainda mais depois de renovar no fim do ano passado até 2016. O jogador chegou a fazer um vídeo dizendo que ele estaria junto dos palmeirenses em 2013.
A nova diretoria, porém, diante dos problemas financeiros do clube, preferiu realizar a troca com o Grêmio que fez chegar quatro jogadores na Academia: Leandro, Vilson, Rondinelly e Léo Gago, todos por empréstimo - exceto o zagueiro. Marcelo Moreno deveria ser o quinto da lista, mas o jogador não desejou sair à época - hoje ele está no Flamengo.
Barcos também usou a alegação de que buscava maior visibilidade para a seleção argentina antes de sair, com medo de que perdesse espaço no time nacional disputando a Série B. Ele, porém, não é mais lembrado na Argentina e já está há 308 dias sem ser convocado. No Palmeiras, por outro lado, Valdivia, Eguren, Leandro, Henrique e Vinicius (pelo sub-20) foram convocados recentemente.
Em algumas entrevistas, membros do grupo alviverde já cutucaram, sem dizer o nome do argentino, dizendo que havia visibilidade no clube. O tema é bastante usado pelos palmeirenses, que fazem piadas sobre o atacante, e agora vilão, na internet - há um site que conta o tempo sem convocações dele. Após o jogo com o Timão, ele chegou ao quarto jogo consecutivo sem marcar.

 LANCENET!





quarta-feira, 25 de setembro de 2013

Gestão de “reconstrução” do Palmeiras se torna exemplo empreendedor

Eleito no dia 21 de janeiro, Paulo Nobre assumiu um Palmeiras desorganizado, com problemas não só dentro de campo, após o rebaixamento, mas também afetado por brigas políticas nos bastidores. O presidente, portanto, iniciou uma gestão de reconstrução no Palestra Itália, e, aos poucos, vem colhendo o resultado. Na noite desta quarta-feira, o clube alviverde foi usado como exemplo de empreendedorismo em um evento organizado por Fiesp e Senai no Anhembi, zona norte de São Paulo.

Após seguidas gestões que frustraram o torcedor palmeirense, afastando o clube da disputa de títulos, Paulo Nobre quis implantar uma filosofia diferente, colocando profissionais para exercer cargos importantes, como os departamentos de futebol e marketing. De acordo com o presidente, a presença de torcedores para tais funções poderia ser prejudicial, já que algumas ações exigem racionalidade, quando o aficionado pelo Palmeiras tenderia a usar a paixão.

"O futebol no Brasil foi profissionalizado nos anos 30 por parte dos jogadores, mas a administração continuou amadora. Nós entendemos que seria fundamental profissionalizar ou pelo menos implantar uma semente disso na parte administrativa do clube. Nós julgamos que a contratação de profissionais para cargos importantes no Palmeiras era fundamental, pois poderíamos cobrar atenção total destes profissionais. O trabalho está sendo incessante desde o primeiro dia de gestão nessa filosofia", explicou Paulo Nobre.Para ‘arrumar a casa’, Paulo Nobre escolheu seus homens de confiança na formação do departamento de futebol. Destaque da parceria com a Parmalat na década de 90, José Carlos Brunoro foi chamado para o cargo, passando a ser o responsável pela montagem da equipe em 2014. Sendo assim, deixou claro que a prioridade seria o retorno à primeira divisão, algo que deve ser conquistado nas próximas semanas. A reconstrução, no entanto, ainda está em fase inicial.

"Está bastante no começo ainda, a gente está mirando um futuro, buscando com os pés no chão. Estamos muitos felizes com essa reconstrução, mas a gente sabe que tem muita coisa para fazer ainda. O nosso planejamento é mais em médio prazo, precisamos ter muita paciência e equilíbrio para atingir, mas o grande objetivo do ano, que é a Série B, falta pouquinho", analisou José Carlos Brunoro.

Nesta quarta-feira, Paulo Nobre revelou os novos projetos para expandir a marca alviverde. O clube pretende lançar uma revista oficial, um aplicativo para celulares e um canal de televisão, seguindo o modelo já adotado por alguns times brasileiros. "O Palmeiras na TV é mais uma oportunidade do palmeirense saber mais sobre o seu clube, ter histórias do seu clube na televisão", esclareceu o mandatário do Verdão.

Como exemplo de empreendedorismo na gestão, José Carlos Brunoro usou o atual programa de sócio-torcedores, que vinha sendo esquecido por outros presidentes que passaram pelo Palestra Itália. No início da administração, em abril, o clube contava com 9 mil associados, mas, com a implantação do Avanti, pacote de vantagens para o seu torcedor, o Palmeiras chegou aos 33 mil em setembro, um aumento de 350%. De acordo com o diretor-executivo, o objetivo é atingir 100 mil no final de 2014.

Valdivia é convocado e desfalca o Palmeiras novamente

AE - Agência Estado
SANTIAGO - O meia Valdivia deverá desfalcar o Palmeiras em mais três jogos da Série B do Campeonato Brasileiro. Nesta quarta-feira, o técnico Jorge Sampaoli divulgou a lista de jogadores convocados para defender o Chile nos últimos dois compromissos da equipe nas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2014 e o craque alviverde mais uma vez está entre os relacionados.
Valdivia perderá três jogos da série B - JF Diorio/Estadão
JF Diorio/Estadão
Valdivia perderá três jogos da série B
A convocação desta vez é referente às partidas contra Colômbia e Equador, respectivamente nos dias 11 e 15 de outubro, primeiro fora, depois em casa. Esses dois jogos devem definir a situação de Chile e Equador, atualmente em terceiro e quarto nas Eliminatórias.
Valdivia será desfalque para o Palmeiras nas partidas contra Figueirense, Guaratinguetá (ambas em casa) e Icasa, fora. Outros dois jogadores estrangeiros do elenco, Eguren também deve ser chamado pelo Uruguai, mas Mendieta não tem sido lembrado pelo Paraguai.
Outros três jogadores que atuam no Brasil foram convocados por Sampaoli e desfalcarão suas equipes no Brasileirão. O lateral-esquerdo Mena não defenderá o Santos contra Coritiba, Ponte Preta e Internacional. O zagueiro Marcos González será desfalque para o Flamengo diante de Inter, Botafogo e Bahia.
Já o atacante Eduardo Vargas tem sido reserva no Grêmio. Renato Gaúcho não vai poder contar com ele para enfrentar Criciúma, Fluminense e Corinthians.

Em treino, Kleina usa 12 jogadores na linha e gera dúvida na equipe



Leandro e Mendieta retornam ao time. Já Vinícius, após boas atuações nos últimos jogos, treina entre os titulares

Por São Paulo
gilson kleina (Foto: Marcos Ribolli) 
Kleina tem a semana para preparar o time
(Foto: Marcos Ribolli)
No primeiro treino com bola visando à partida de sábado contra o América-RN, no Pacaembu, o técnico Gilson Kleina colocou nesta quarta-feira em campo 13 "titulares" para a atividade. Com Fernando Prass no gol, estiveram neste grupo os zagueiros Vilson e Henrique; os laterais Luis Felipe e Juninho; os volantes Charles e Márcio Araújo; os meias Valdivia, Wesley e Mendieta; e os atacantes Leandro, Alan Kardec e Vinicius.
Mendieta e Leandro retornam após desfalcarem o Verdão na vitória sobre o Sport, por 2 a 1, no último sábado, no Pacaembu. O paraguaio cumpriu suspensão automática pelo terceiro cartão amarelo e o goleador palmeirense na temporada, com 14 gols, foi poupado por conta de dores no joelho e tornozelo da perna esquerda.  Quem saiu do banco e virou boa referência ofensiva nas últimas partidas foi Vinicius. Bem avaliado, o técnico Gilson Kleina manteve o atleta entre os titulares na atividade na Academia de Futebol.
Os demais jogadores do elenco disputaram um coletivo contra o time sub-20 do Verdão, que foi eliminado na primeira fase do Campeonato Paulista, mas ainda disputa a Copa do Brasil da categoria.
Por conta da temperatura baixa, o treino desta quarta-feira ainda impôs outro desafio aos atletas. Segundo a meteorologia, os termômetros marcavam 14°C  durante as atividades e ainda caia uma incômoda garoa, comentada por diversos atletas.
Líder isolado da Série B, com 55 pontos, o Palmeiras teve uma boa notícia na noite de terça. A vice-líder Chapecoense chegou aos mesmos 24 jogos do Verdão, mas perdeu a chance de diminuir a diferença, que manteve-se em nove pontos. Os catarinenses foram derrotados pelo Paysandu, fora de casa, por 2 a 1.
Próximo adversário da equipe alviverde, o América-RN, está na 16ª colocação, uma acima da zona de rebaixamento, com 26 pontos. O confronto está marcado para sábado, às 16h20 (horário de Brasília), no estádio do Pacaembu.

FONTE:GLOBOESPORTE

Prass aponta calendário 'inaceitável', e dirigente vê readequação para 2015

Um dos adeptos ao manifesto de jogadores, goleiro do Verdão critica falta de datas. Brunoro apoia debate, mas cita Copa: 'Tem de cair na real'

Por São Paulo
Brunoro diretor executivo Palmeiras (Foto: Marcelo Hazan) 
Brunoro apoia mudança no calendário, mas só vê
chance em 2015 (Foto: Marcelo Hazan)
O manifesto de 75 jogadores de clubes das Séries A e B do Brasileirão contra o calendário divulgado pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) repercutiu de maneiras diferentes no Palmeiras. No clube, Fernando Prass e Valdivia assinam a nota, em que os atletas pedem uma reunião com a entidade máxima do futebol nacional para tratar da questão. Outros jogadores como Alexandre Pato (Corinthians), Elias (Flamengo) e Fábio (Cruzeiro) também fazem parte do movimento.
O goleiro alviverde condenou a falta de tempo adequado para os atletas se prepararem corretamente para a temporada - Valdivia por enquanto não vai se manifestar.
- É algo que já vem com atraso de muitos anos. Imprensa, diretores, jogadores e entidades deveriam se reunir para achar melhores soluções. É impossível você colocar um calendário como o do ano que vem e não levantar questões. É uma coisa totalmente fora do aceitável. Não dá tempo para preparar, jogar e treinar. Todos perdem. O torcedor vai ao estádio e não vê qualidade técnica. É um primeiro passo que foi dado e tenho muita esperança de que evolua. É só o começo do que pode ser algo muito maior - diz o goleiro.
O diretor-executivo José Carlos Brunoro, que não sabia do movimento, nem da participação do dois palmeirenses nele, apoia o debate, porém não vê viabilidade de mudanças já para 2014, por conta da Copa do Mundo no Brasil.
- Temos um calendário de atividades que precisa caber no ano. Ele poderia ser melhor dimensionado, mas em ano de Confederações e Copa do Mundo é difícil adequar. O ano de 2014 é atípico, porque não tem como fugir de um calendário apertado. Tem uma Copa do Mundo no Brasil, como vai fazer? É uma competição oficial. É difícil se falar na teoria, quando na prática há uma Copa para se ajeitar. Concordo que a partir de 2015 é possível, sim. Mas antes é muito difícil. Tem de cair na real, não tem jeito antes da Copa - opina Brunoro.
De acordo com o dirigente do Verdão, a proposta de adequação do calendário brasileiro ao europeu não é o melhor caminho. Ele defende apenas a paralisação dos campeonatos durante jogos das seleções em datas-Fifa. Brunoro também acha que além dos jogadores, os técnicos, médicos e preparadores físicos deveriam ser ouvidos sobre o assunto.
- Se reunirmos todas as partes na mesa para conversar, boa parte do problema será resolvido. Aí você atende a todos os lados e procura adequar com o que todos pensam. Não vai ser 100%, mas podemos melhorar muito. Precisam ter interlocutores preparados e com vontade, para chegarmos em 2015 com alguma coisa muito boa. Depois da Copa, poderiam marcar reuniões para ouvir todos. A discussão é bastante saudável - acrescenta o dirigente.
Brunoro, por fim, opina dizendo que as excursões de clubes brasileiros realizadas nessa temporada não deveriam ter sido autorizadas, pois consequentemente esses times sofreriam com o acúmulo de partidas. Nesse ano, o Santos foi à Espanha para enfrentar o Barcelona, em amistoso que fazia parte da negociação da venda de Neymar para o clube catalão, enquanto o São Paulo participou das Copa Audi (Alemanha), Eusébio (Portugal) e Suruga (Japão).

Em nota, os atletas mostraram contrariedade com a forma como a CBF armou as datas das partidas em 2014, inclusive com quebra das férias, que passarão a ser divididas em 15 dias no início e 15 no meio da temporada, na pausa para a Copa do Mundo.
De acordo com o que foi divulgado pela CBF, o futebol começará no dia 12 de janeiro, com os campeonatos estaduais e a Copa do Nordeste, e parará em 4 de junho para o Mundial, que se iniciará oito dias depois. Isso fará com que os atuais clubes da Série A antecipem suas pré-temporadas em 2014, já que todos os estaduais terão seu encerramento antecipado para o dia 13 de abril, com 21 datas disponíveis para organizarem seus jogos (duas a menos do que a atual temporada).
FONTE:GLOBOESPORTE

Palmeiras lança filme sobre estádio e emociona Oberdan: 'Vontade de jogar'

O Palmeiras lançou nesta segunda-feira o documentário "Primeiro Tempo", que faz parte do projeto "Palestra Itália.doc", sobre a reforma do antigo estádio Palestra Itália, que será reinaugurado como Allianz Parque em maio do ano que vem. O evento para convidados, em uma sala de cinema do Shopping Bourbon, em São Paulo, contou com a presença do ex-goleiro Oberdan Cattani, homenageado com a exibição de imagens de seus tempos de jogador.
- Muita gente que estava aqui não me viu jogar. Fico emocionado por saber que sou lembrado até por torcedores que não são daquela época, que pegam na minha mão e ficam emocionados. A gente fica ainda mais emocionado. Tem muito jogador que para de jogar e fica esquecido, ninguém lembra mais, mas nesse ponto não posso reclamar - disse Oberdan, que defendeu o clube em suas duas fases, como Palestra Itália e Palmeiras.
Ele é um dos ex-jogadores que aparecem dando depoimento em "Primeiro Tempo". O documentário mostra alguns ídolos contando suas histórias e lembra como foi o dia do último jogo oficial antes de o estádio ser fechado, em 2010. Na ocasião, o Palmeiras bateu o Grêmio por 4 a 2, pelo Campeonato Brasileiro. Ademir da Guia, César Maluco, Valdir de Morais, Marcos e Evair, além de Oberdan, aparecem no filme, que estará à venda por R$ 29,90 nas lojas oficiais do clube a partir desta terça. No ano que vem, será lançado "Segundo Tempo", sobre a inauguração do Allianz Parque. A intenção do diretor Rogério Zagallo é que este longametragem entre em cartaz nos cinemas.
- Puxa vida! Deu vontade de entrar lá e ficar na reserva, viu? Foi muito bonito o que eles passaram aí. A obra que eles estão fazendo vai ficar uma coisa fabulosa - acrescentou Oberdan, que está com 94 anos e anda com o auxílio de uma cadeira de rodas por causa de um problema no joelho, causado, segundo ele, por um pontapé recebido quando era atleta.
Além de defender a construção de um busto para Oberdan, o presidente Paulo Nobre levou o ex-goleiro à Academia de Futebol recentemente. Lá, ele conversou com os jogadores do elenco atual e foi muito festejado.
- Foi um presente para o grupo de jogadores, por conhecerem alguém tão emblemático. A única pessoa viva a ter jogado no Palestra Itália e no Palmeiras. Foi muito bacana, e todos os ídolos que quiserem ir à Academia de Futebol serão muito bem vindos - disse Nobre.
- Eu fiquei emocionado, porque todo mundo veio me abraçar. Eles também ficaram emocionados, muitos não me conheciam. Foi uma coisa formidável, maravilhosa. O pessoal da minha época, infelizmente, já nos deixou. Estou só eu para contar a história - completou Oberdan.

Paulo Nobre avisa que ainda pode repetir bronca pública no Palmeiras

Presidente do clube agiu para mostrar comando logo após a derrota por 3 a 0 diante do Atlético-PR e avisou que ações parecidas ainda podem acontecer neste ano

Gazeta |
Há 27 dias, o líder da Série B do Brasileiro ouvia uma bronca pública de seu presidente pela atuação apática que o eliminava na primeira fase que disputou da Copa do Brasil. Hoje, o Palmeiras tem o acesso, principal objetivo da temporada, ainda mais próximo, mas Paulo Nobre avisa: o time nunca estará imune a novas cobranças como a feita em Curitiba.
Perto de virar busto, Oberdan se vê jogando no cinema como homenagem
"Aquela cobrança não foi para expor absolutamente ninguém, mas para deixar claro à torcida que as cobranças existiriam. Não adianta só cobrar, tem que deixar claro que as cobranças existem, senão quem não está vivendo o dia a dia do Palmeiras pode achar que as coisas rolam soltas lá dentro, o que não é verdade", explicou o dirigente, sem mostrar nenhum arrependimento.
Djalma Vassão/Gazeta Press
Paulo Nobre cumprimenta jogadores durante treino
"Eu sou o presidente do Palmeiras. Sempre que eu julgar necessário tomar qualquer atitude que eu julgue ser positiva para a instituição, eu tomarei", avisou Nobre, convicto da necessidade de mostrar comando. "Como presidente, nos momentos em que eu julgar necessário, vou cobrar internamente e deixar claro à grande torcida do Palmeiras que as cobranças existem dentro do elenco."
Nobre agiu para mostrar comando logo após a derrota por 3 a 0 para o Atlético-PR. Ainda nos vestiários, concedeu entrevista coletiva como já tinha feito nas eliminações no Paulista e na Libertadores, mas em tom duro direcionado aos atletas e à comissão técnica. "Cadê o Palmeiras?", chegou a questionar, irritado.
Preparador do Palmeiras exalta 'semana livre' para recuperar os atletas
O mandatário destacou uma apatia que já tinha constatado em outros jogos na Série B, onde o Verdão faz campanha histórica, e não garantiu o emprego de Gilson Kleina. O técnico ficou, mas se mostrou cabisbaixo nas semanas seguintes à bronca, até por ouvir o diretor executivo José Carlos Brunoro, também em entrevista coletiva, admitir que ele ainda não está nos planos para 2014 - seu contrato acaba no próximo dia 31 de dezembro.
Os jogadores nem gostam de lembrar da bronca. Valdivia, que não esteve em Curitiba nem em nenhum outro jogo decisivo da equipe em 2013, foi o único a se posicionar de forma mais firme, avisando a Nobre que "ninguém é criança" no elenco e pedindo que broncas só sejam dadas internamente. Mas nenhuma consequência gera remorso no dirigente.
Por enquanto, resta ao Palmeiras subir, o que, nas contas da comissão técnica, será garantido com a conquista de mais três vitórias nos 14 jogos restantes - nove pontos entre os 42 a serem disputados (cerca de 21,5%). Mas, se o objetivo estiver a perigo e for constatada nova falta de empenho, os jogadores podem esperar nova bronca pública de Paulo Nobre.

Palmeiras já planeja 2014 e programa conversas por renovações

No total, 13 atletas e Kleina têm contratos encerrados em dezembro. 'Vamos falar com todos', diz José Carlos Brunoro, diretor executivo do Verdão

Por São Paulo
FONTE:GLOBOESPORTE 
Brunoro diretor executivo Palmeiras (Foto: Marcelo Hazan) 
José Carlos Brunoro, diretor executivo do Verdão
(Foto: Marcelo Hazan)
Elenco e comissão técnica do Palmeiras só pensam em garantir o mais rápido possível a volta do time à elite do Campeonato Brasileiro, mas a diretoria já está planejando 2014, ano do centenário do clube.
Líder da Série B com 55 pontos, o Verdão deve garantir o acesso em outubro. Por isso, apesar de ainda falar na competição e nos jogos restantes, o diretor-executivo José Carlos Brunoro admite que há alguns dias começaram as conversas sobre a próxima temporada.
Nesse cenário, o Palmeiras terá de tomar decisões sobre elenco e comissão técnica. No total, 13 jogadores terão seus contratos encerrados em dezembro (veja na ilustração), sendo Vilson, Márcio Araújo e Leandro titulares (Charles também tem sido o 12º atleta da equipe), além do técnico Gilson Kleina (veja abaixo a relação dos jogadores). Por isso, uma conversa com eles está programada para ocorrer em breve.
- Vamos conversar com todo mundo daqui mais um tempinho. Por enquanto, estamos pensando na classificação (para a Série A) e depois olharemos isso, mas já estamos conversando sobre várias coisas de 2014 há mais de uma semana em todos os departamentos: futebol, marketing e outras áreas. Só tem coisa boa. Tomara que dê tudo certo - diz Brunoro.
Já estamos conversando sobre várias coisas de 2014 há mais de uma semana em todos os departamentos: futebol, marketing..."
José Carlos Brunoro, diretor executivo do Palmeiras
Os 13 jogadores estão em situações diferentes. Rondinelly e Léo Gago, reservas e emprestados pelo Grêmio, sofreram com lesões nesse ano. Leandro, por sua vez, virou destaque e artilheiro do time na temporada, com 14 gols. Como o Verdão tem prioridade para renovar seu vínculo unilateralmente até dezembro de 2014, ele deve ficar. O clube também tem preferência para prorrogar o vínculo de Vilson, titular da defesa alviverde, por mais três temporadas. Esses quatro atletas foram envolvidos na negociação por Hernán Barcos.
A situação é parecida nos casos de Ananias, Charles e Marcelo Oliveira, trio emprestado pelo Cruzeiro. Ao efetuar a troca do atacante pelo volante Souza, o Verdão acertou opção unilateral para renovar até maio de 2014 com Ananias, reserva. O mesmo dispositivo é válido para os dois volantes, que podem ficar até dezembro de 2014 caso seja a vontade do clube alviverde - ambos têm a confiança de Kleina.
Ronny, por sua vez, está emprestado pelo MTU FC Olimpi, clube da Estônia que detém os direitos do atleta e pertence ao investidor do jogador, e seu vínculo pode ser renovar. Enquanto isso, o Verdão tem prioridade para comprar Fernandinho, reserva emprestado pelo Oeste.
Já André Luiz, Bruno, Wendel e Márcio Araújo, jogadores cujos direitos pertencem ao Palmeiras, dependem de acerto direto com o clube para permanecerem.
Jogadores palmeiras contrato fim dezembro (Foto: Editoria de Arte)

quinta-feira, 29 de agosto de 2013

CBF divulga horários de cinco jogos do Palmeiras na Série B

Entidade informou os horários das partidas da 20ª a 24ª rodadas da Segundona. As datas já estavam definidas anteriormente

Por São Paulo

Torcida Palmeiras contra o Atlético-PR (Foto: Marcos Ribolli) 
Torcida alviverde está apoiando o time na Série B
(Foto: Marcos Ribolli)
Líder da Série B, com 40 pontos em 17 partidas, o Palmeiras ficou sabendo nesta quinta-feira à tarde os horários de seus compromissos da 20ª a 24ª rodadas da competição. Até então, a Confederação Brasileira de Futebol só havia divulgado as datas e os locais de tais partidas.
Pela 20ª rodada, no dia 7 de setembro, o Verdão vai até Goiânia encarar o Atlético-GO, às 18h15m. Já na rodada seguinte, no dia 10, às 19h30m, o Palmeiras recebe o ASA. Quatro dias depois (14/9), os palmeirenses jogam contra o América-MG, às 16h20m, em Belo Horizonte. No dia 17, o compromisso será às 21h50, contra o Avaí, em Florianópolis. E, para fechar essa sequência com horário já divulgado, o Alviverde encara o Sport, no Pacaembu, às 16h, do dia 21 de setembro, um sábado.
Nas próximas semanas, a CBF vai divulgar também os horários de algumas partidas a partir da 25ª rodada do Brasileiro da Série B.
Confira as datas e horários dos jogos do Verdão:

20ª rodada - 7/9: 18h15m – Atlético-GO x Palmeiras
21ª rodada - 10/9: 19h30m – Palmeiras x ASA
22ª rodada - 14/9: 16h20m – América-MG x Palmeiras
23ª rodada - 17/9: 21h50m – Avaí x Palmeiras
24ª rodada - 21/9: 16h20m – Palmeiras x Sport

sábado, 24 de agosto de 2013

Estreante na 'terra do ET', Verdão põe série invicta à prova contra o Boa

Por GLOBOESPORTE.COM Varginha, MG

Marcelinho Paraiba e Alan Kardec (Foto: Montagem sobre foto da Agência Estado) 
Duelo deste sábado terá Marcelinho e Kardec
(Foto: Montagem sobre foto da Agência Estado)
Líder do Campeonato Brasileiro da Série B, com 40 pontos, e invicto há 12 jogos. Os números jogam a favor do Palmeiras no confronto com o Boa Esporte, neste sábado, às 16h20m, no estádio Melão, mas tudo pode acontecer na terra famosa pelo caso do ET de Varginha (MG), ocorrido em 1996, quando três mulheres dizem ter visto o ser em um terreno baldio. O técnico alviverde Gilson Kleina, inclusive, diz não ter medo da história e aprecia a ficção científica sobre o assunto.
Estreante na cidade, o Verdão não terá tempo para turismo e fará o primeiro confronto da história com o time mineiro, sedento para quebrar a série de invencibilidade palmeirense e entrar no G-4 - com 26 pontos na oitava posição, a equipe tem um ponto a menos do que o Joinville, quarto colocado. Após anunciar oito contratações, entre elas o zagueiro Alex Silva, os donos da casa chegam motivados para o jogo.
O árbitro Grazianni Maciel Rocha apitará a partida, auxiliado por Lorival Candido das Flores e Leonardo Mendonça. O GLOBOESPORTE.COM acompanha todos os lances, em Tempo Real e com vídeos exclusivos. A TV Globo transmite a partida ao vivo para o estado de SP.
header as escalações 2
Boa Esporte: desde quarta-feira, o técnico Nedo Xavier faz mistério e fechou todo os treinos da equipe. Além dos quatro novos jogadores que podem estrear, Nedo tem a volta do zagueiro Walisson, que se recuperou de uma lesão. Com isso, o Boa deve jogar contra o Verdão com: Douglas; Airton (Leandrinho), André Astorga, Ciro Sena (Thiago Carvalho) e Petros (Crystian); Betinho, Rodrigo Souza, Malaquias (Francismar) e Marcelinho Paraíba; Luiz Paulo e Fernando Karanga.
Palmeiras: pensando no segundo duelo com o Atlético-PR, no próximo dia 28, em Curitiba, pelas oitavas de final da Copa do Brasil, Gilson Kleina decidiu usar um time misto contra o Boa Esporte. Além dos jogadores poupados da viagem, ele deixará Mendieta como opção no banco, pois não sabe se poderá contar com o retorno de Valdivia diante do Furacão. Assim, o Verdão vai a campo com: Bruno, Luis Felipe, Tiago Alves, Henrique e Fernandinho; Eguren, Márcio Araújo, Charles e Felipe Menezes; Ananias e Alan Kardec.
quem esta fora (Foto: arte esporte)
Boa Esporte: o lateral Airton, que estava lesionado, voltou a treinar, mas ainda é dúvida. Estão no DM os zagueiros Neylor e Carciano, além dos laterais Rafinha e Sheslon.
Palmeiras: Wesley (suspenso pela expulsão contra o Paysandu), Valdivia (edema na coxa direita), Marcelo Oliveira (lesão na panturrilha direita), além de Fernando Prass, Vilson, Juninho e Leandro, poupados, não viajaram para Minas Gerais.

header pendurados (Foto: ArteEsporte)

Boa Esporte: Ciro Sena, Marcelinho Paraíba, Rodrigo Souza, Walisson e Xandão.
Palmeiras: Charles, Leandro, Luis Felipe e William Mendieta.

sexta-feira, 23 de agosto de 2013

Verdão contraria teoria de Barcos e emplaca quatro selecionáveis

Temendo falta de visibilidade na Série B, argentino foi para o Grêmio. Além de Henrique, Palmeiras já teve Valdivia, Eguren e Leandro convocados

Por Marcelo Hazan São Paulo

Henrique Palmeiras, zagueiro do Palmeiras (Foto: Marcos Ribolli/Globoesporte.com) 
Henrique voltou a ser convocado por Felipão
(Foto: Marcos Ribolli/Globoesporte.com)
Em fevereiro, a torcida do Palmeiras sofreu duro golpe com a saída de Barcos, então protagonista do time, para o Grêmio. O atacante temia ficar esquecido na seleção argentina disputando o Campeonato Brasileiro da Série B. Sete meses depois, porém, o Verdão contraria a teoria do jogador, convocado a última vez em 2012, já que tem no elenco quatro atletas selecionáveis: Henrique, Leandro, Valdivia e Eguren.
Na última quarta-feira, o zagueiro e capitão Henrique voltou a ser chamado por Luiz Felipe Scolari para a Seleção. Ele disputará os amistosos contra Austrália, dia 7 de setembro, no estádio Mané Garrincha, em Brasília, e Portugal, dia 10, em Boston, nos Estados Unidos – por conta disso, o defensor perderá três rodadas da Série B.
– O Palmeiras é time grande. Não é porque está em outra divisão que vai se tornar pequeno. A visibilidade aqui é grande – diz Henrique.
– Fico muito feliz pela convocação dele. É o nosso capitão e tem qualidade para servir a Seleção. Nós temos os pés no chão, mas o Palmeiras na Série B colocou Henrique e Leandro na Seleção Brasileira, Eguren no Uruguai e Valdivia no Chile. Isso nos deixa muito orgulhosos. Daqui a pouco é o Mendieta (no Paraguai), porque a grandeza da camisa do Palmeiras coloca jogadores nas seleções. São todos merecedores – ressalta Kleina.
Leandro, emprestado pelo próprio Grêmio ao Verdão até dezembro, já havia sido convocado pela Seleção para amistosos contra Chile e Bolívia – o atacante, inclusive, fez um gol diante dos bolivianos, na vitória canarinho por 4 a 0.
Além da dupla, Valdivia voltou a ser convocado pela seleção chilena para um amistoso contra o Iraque, disputado no dia 14 de agosto. O meia, porém, sentiu lesão na coxa direita e foi cortado do jogo – ele ainda se recupera desse problema.
Por fim, o volante Eguren defendeu a seleção do Uruguai na vitória por 4 a 2 sobre o Japão, em amistoso realizado também no dia 14 de agosto.
– O Palmeiras é muito grande, independentemente da divisão, e terá jogadores observados. O que mais importa é o clube onde você joga. Jogamos em um grande clube e é normal que haja jogadores na Seleção – finaliza o goleiro Fernando Prass.
Eguren Palmeiras (Foto: Divulgação / Palmeiras)Eguren já foi convocado para a seleção do Uruguai depois que chegou ao Palmeiras, no mês passado
(Foto: Divulgação / Palmeiras)

quinta-feira, 20 de junho de 2013

Em pontos corridos, arrancada do Verdão só perde para a do Timão

O Palmeiras encerrou as seis primeiras rodadas da Série B do Brasileirão com 12 pontos, na terceira colocação. Em comparação com os campeões desde 2006, início dos pontos corridos na segunda divisão, o desempenho Alviverde, de 66,7%, é idêntico ao do Coritiba, em 2007, e só é pior do que o do Corinthians de 2008, que, à época, venceu as seis primeiras rodadas. Atlético-MG (2006), Vasco (2009), Coritiba (2010), Portuguesa (2011) e Goiás (2012) tiveram rendimentos piores (veja os detalhes abaixo).
Vinicius comemora, América-RN x Palmeiras (Foto: Cesar Greco)Henrique e Vinícius festejam gol contra o América-RN, que garantiu o bom aproveitamento (Foto: Cesar Greco)
Ficar no G-4 da Série B antes da parada para a Copa das Confederações era justamente o objetivo do técnico Gilson Kleina.
- Em seis jogos, tivemos quatro vitórias. Poderíamos ter mais um ponto do último jogo (na polêmica derrota por 1 a 0 contra o Sport). Nosso planejamento está pronto e vamos fazer toda a preparação no CT - afirmou Gilson Kleina, após a vitória por 2 a 0 sobre o América-RN, última rodada antes da paralisação.
Depois de oito dias de folga, o Palmeiras tem reapresentação marcada para a manhã desta quinta-feira, na Academia de Futebol. Antes de voltar a jogar pela Série B, contra o Oeste, no dia 6 de julho, o time enfrentará o São Bernardo, em jogo-treino marcado para esse sábado.
Confira o desempenho dos campeões da Série B nas seis primeiras rodadas desde 2006:
Atlético-MG 2006 - 61,11% de aproveitamento - três vitórias, dois empates e uma derrota
Coritiba 2007 - 66,7% - quatro vitórias e duas derrotas
Corinthians 2008 - 100% - seis vitórias
Vasco 2009 - 61,11% - três vitórias, dois empates e uma derrota
Coritiba 2010 - 61,11% - três vitórias, dois empates e uma derrota
Portuguesa 2011 - 61,11% - três vitórias, dois empates e uma derrota
Goiás 2012 - 44,44% - duas vitórias, dois empates e duas derrotas
Palmeiras 2013 - 66,7% - quatro vitórias e duas derrotas

Henrique mira volta à Seleção com Felipão e apoia protestos no Brasil



Henrique palmeiras coletiva (Foto: Marcelo Hazan) 
Henrique não se vê em desvantagem por disputar
a Série B (Foto: Marcelo Hazan)
Henrique ficou fora da convocação do técnico da Seleção, Luiz Felipe Scolari, para a Copa das Confederações, mas não ficou decepcionado. Apesar disso, o jogador admite que trabalha para ajudar o Palmeiras e, consequentemente, ser lembrado pelo treinador. A dupla esteve junta no Verdão e repetiu a parceria no amistoso contra o Chile, empatado por 2 a 2, no dia 25 de abril. Mesmo fora, ele aposta no título da equipe liderada por Neymar, que venceu Japão (3 a 0) e México (2 a 0) nos dois primeiros jogos.
- Todos sonham com a Seleção. Trabalhamos e esperamos isso, mas não tem decepção. Tenho mais ânimo de me dedicar, estar bem no clube e depois pensar nisso. Se tudo certo, vamos subir, recolocar o Palmeiras na primeira divisão e seremos lembrados. O Brasil está evoluindo a cada jogo e tem tudo para ganhar – diz.
O capitão palmeirense não se vê em desvantagem com os concorrentes por disputar a Série B do Brasileirão. Atento ao esquema de Felipão, ele elogia o desempenho do volante Luiz Gustavo, que fica na proteção à frente da zaga, função já exercida por ele com o próprio comandante.
Assim como Neymar, Daniel Alves, David Luiz e Hulk, o líder do Palmeiras também concorda com os protestos nas ruas das principais cidades do Brasil e nos arredores dos estádios que recebem partidas da Copa das Confederações.
- Todos têm o direito de fazer a sua manifestação e de cobrar, pois pagam imposto e querem as coisas corretas. Eu apoio isso, mas claro que sem violência, nem agressões. Tem de ser uma manifestação consciente e limpa – finaliza.
Henrique e os demais atletas do elenco palmeirense se reapresentaram na manhã desta quinta-feira, na Academia de Futebol. A principal novidade foi Mendieta, reforço que treinou pela primeira vez com o grupo. Os trabalhos seguem nos próximos dias até a reestreia da Série B contra o Oeste, no dia 6 de julho, pela sétima rodada. Antes, neste sábado, o Verdão faz um jogo-treino contra o São Bernardo.
Henrique Seleção (Foto: Leandro Canônico / Globoesporte.com)Henrique esteve na Seleção no amistoso contra o Chile (Foto: Leandro Canônico / Globoesporte.com)

quinta-feira, 16 de maio de 2013

Pesquisa para escolha do nome da Arena Palestra ganha o mundo !

A pesquisa promovida pela Allianz, empresa de seguros que comprou o naming rights da Arena Palestra, quer pergunta qual deve ser o nome da nova casa palmeirense, jem parceria com AEG, WTorre e Palmeiras, já superou a marca de 500 mil votos. O torcedor tem três opções de escolha: Allianz Parque, Allianz 360° e Allianz Center.
Os votos estão sendo computados no site oficial do estádio (www.novaarena.com.br), e nos perfis da Arena (facebook.com/novaarena) e da Allianz Brasil (facebook.com/allianzbrasil) no Facebook, até o próximo dia 20 de maio.
O que chama a atenção é que a enquete já recebeu votos de internautas de 36 países diferentes, com destaques para Vietnã, El Salvador e Tailândia.
Arena Palestra Itália (Foto: Divulgação / WTorre)Arena Palestra Itália será inaugurada no primeiro trimestre de 2014 (Foto: Divulgação / WTorre)

A obra está sendo feita pela WTorre, que, em troca, terá o direito de explorar comercialmente o estádio por 30 anos. A casa do Palmeiras, que terá capacidade para até 45 mil torcedores em dias de jogos de futebol, já conta com 80% de suas obras civis concluídas (o estádio está 63% pronto) e deve ser inaugurada no primeiro trimestre de 2014.
O estádio também funcionará como uma arena multiuso para sediar shows e outros eventos, com capacidade para até 55 mil pessoas. O custo total da obra é de R$ 350 milhões.

segunda-feira, 29 de abril de 2013

Em enquete, torcedor decidirá o nome do novo estádio do Palmeiras

A escolha do nome do novo estádio do Palmeiras será feita pelos torcedores, em enquete promovida pela construtora e pela empresa que comprou os "namings rights" ("direitos sobre o nome") da Arena Palestra, a Allianz Seguros. As três opções sugeridas são Allianz Parque, Allianz Center e Allianz 360º. A votação vai até 20 de maio, no site oficial da nova arena e também na página da empresa no Facebook. Os detalhes foram divulgados em entrevista coletiva num shopping da Zona Sul de São Paulo, na manhã desta segunda-feira.
O valor do negócio é estimado em R$ 300 milhões, e o contrato entre Allianz e WTorre tem duração de 20 anos, com a possibilidade de renovação por mais 10 anos, totalizando o período que o estádio ficará sob a administração da construtora - depois, passa ao Palmeiras. O estádio será inaugurado no primeiro semestre de 2014, de acordo com a WTorre.
- Nós contratamos o trabalho de uma das melhores agências de branding do mundo para chegar a essas opções. Agora queremos saber a opinião do público, antes de decidir qual será o nome do estádio - explicou o presidente da Allianz Seguros no Brasil, Edward Lange.
O executivo admitiu que o nome "Allianz Palestra" chegou a ser estudado, mas acabou sendo excluído, por entender que o termo "Palestra" acabaria ofuscando a marca da empresa.
- Se colocarmos o nome da Allianz com uma marca tão forte, não teríamos o retorno que estamos esperando - justificou.
Vale lembrar que a Allianz já batiza o estádio do Bayern de Munique e outras duas arenas espalhadas pelo mundo, com a premissa de não repetir os nomes dos locais - daí o motivo de o estádio do Palmeiras não poder se chamar "Allianz Arena", casa do Bayern.
Coletiva novo estádio Palmeiras (Foto: Divulgação / Allianz)Coletiva de apresentação do acordo para "batismo" do novo estádio do Palmeiras (Foto: Divulgação / Allianz)
 
FONTE:GLOBOESPORTE

sexta-feira, 26 de abril de 2013

Ex-parceiro de Neymar, Serginho chega ao Palmeiras sonhando alto

Formado nas categorias de base do Santos, meia se destacou no Oeste e assinou por empréstimo com o Verdão até o fim do Paulistão de 2014


Serginho José Carlos Brunoro Palmeiras (Foto: Marcelo Prado) 
O diretor José Carlos Brunoro entrega a camisa do
Palmeiras para Serginho(Foto: Marcelo Prado)
Décimo primeiro reforço da era Paulo Nobre, o meia-atacante Serginho foi apresentado nesta sexta-feira no Palmeiras, com a camisa 20. O jogador viverá a segunda experiência em um clube grande. Revelado pelo Santos, onde conviveu com os amigos Neymar e Paulo Henrique Ganso, chegou a disputar uma partida pelo time profissional em 2010, mas não acabou vingando. Saiu, foi para o Oeste de Itápolis e, após se destacar no Campeonato Paulista, chamou a atenção do Palmeiras, que o contratou por empréstimo até o final do estadual de 2014.
– A expectativa é a melhor possível. Estou muito feliz de estar aqui. Não era para ter dado certo no Santos. Não guardo nenhuma mágoa. Tudo que sei foi lá que eu aprendi. No Oeste, consegui dois acessos consecutivos, da Série D para a Série C do Brasileiro e da Série A2 para a Série A1 no Paulista. Agora vou trabalhar firme para levar o Palmeiras de volta ao lugar que ele merece no Campeonato Brasileiro – afirmou.
Serginho também falou sobre a convivência com Neymar na base do Peixe.
– A gente brincava muito, ele sempre foi um cara diferenciado. Hoje é meu amigo pessoal. Lembro que as famílias sempre estavam juntas. Hoje posso dizer que fui companheiro do melhor jogador do Brasil e ele me ajudou bastante também – ressaltou.
Conhecedor da Vila Belmiro, o reforço bota fé no Verdão no clássico deste sábado, contra o Peixe, pelas quartas de final do Campeonato Paulista.
– O coração é o que vai fazer a diferença. Se o Palmeiras mantiver a pegada, o espírito dos últimos jogos tem grandes chances de vencer.  Ficarei na torcida pelos companheiros – disse.
O reforço ainda pode ser inscrito na segunda fase da Taça Libertadores da América. Questionado sobre o assunto, o técnico Gilson Kleina disse que está estudando o caso.
– Estamos vendo qual a melhor alternativa. Ele tem chance – afirmou Kleina.

FONTE = GLOBOESPORTE.COM